Arquivo da categoria: 1982 – “Nuvens”

“Velho Camarada” e “Na rua, na chuva, na fazenda (casinha de sapê)”

Já falamos da dupla Tim Maia/Fábio cantando “Até parece que foi sonho”. Pra quem não sabia, já mostramos quem é o Fábio e a importância dele na carreira de Tim Maia.

Agora temos outra música, “Velho Camarada”, que além dos dois, temos Hyldon. Para quem não conhece, Hyldon é um dos percursores da música soul tupiniquim, ao lado de Cassiano e Tim Maia. Seus maiores sucessos, “Na rua, na chuva, na fazenda” e “As dores do mundo”, foram regravados “recentemente” (ambos em 1996) pelo Kid Abelha e Jota Quest, respectivamente.

Hyldon continua firme e forte na carreira, tocou inclusive no Rock in Rio desse ano (2012) em Lisboa (Portugal). Saiba mais aqui.

Voltando ao assunto principal desse post, a música “Velho Camarada” apareceu pela primeira vez em 1979, no lado “A” do compacto do Fábio (sem nome).

Assim como “Chegou a hora”, ela também é de autoria de Augusto César do The Fevers (ao contrário do livro de Nelson Motta que diz que “Velho Camarada” é de Cassiano e Hyldon).

E assim como “Até parece que foi sonho”, “Velho Camarada” também está no álbum “Velho camarada”, de 1983, e rendeu clipe pro Fantástico:

O trio também foi no programa “Geração 80” (também da Rede Globo) divulgar a faixa-título do álbum em playback:

Como vocês puderam perceber, Hyldon aparece pra cantar um trecho de sua música “Na rua, na chuva, na fazenda”. Essa música é de seu primeiro LP (homônimo à música), de 1975:

O programa “O Som do Vinil” do Canal Brasil fez um episódio sobre esse disco, veja aqui a parte 1 e 2.

Em 82, Tim Maia deu sua roupagem para o clássico no LP “Nuvens”:

“Casinha de sapê” voltou a fazer um enorme sucesso nos anos 90 por “culpa” do Kid Abelha que a regravou para o disco “Meu mundo gira em torno de você” (1996). Hyldon aparece no clipe, com 2’05”:

Kid Abelha voltou a gravá-la no CD/DVD “Acústico MTV”, de 2002, com a participação do Lenine:

Hyldon ainda a regravou em “O vendedor de sonhos”, de 2003.

E em 2010, no CD/DVD ao vivo (“Na rua, na chuva, na fazenda ou numa casinha de sapê”), em comemoração dos 35 anos do lançamento do seu primeiro disco “Na rua, na chuva…”, de 1975. Gravado em maio de 2009 durante uma temporada de shows no Cinemathèque, Rio de Janeiro, a música teve a participação do maior nome do funk carioca (atual): Mr. Catra. Infelizmente, ainda não temos essa vídeo para mostrá-los (se alguém tiver, é só mandar).

Outras versões:

2001 – Chrystian & Ralf:

2002 – Jorge Aragão – DVD “Convida”:

2011 – Hyldon, Jota Quest e Monique Kessous (Prêmio Multishow):

2011 – Jeito Moleque:

Letras:

“Velho Camarada”

Como vai, meu velho camarada?
Quanto tempo eu não vejo mais você
Conte sua vida e como vai a sua amada?
Que notícias você tem pra me dizer?
(Pra me dizer? Pra me dizer? Pra me dizer?)

Olha meu amigo, eu vou te contar
Estou tão triste, me perdoa se eu chorar
Quem eu tanto amava, agora não está mais comigo
Só Deus sabe onde ela andará
E eu te digo: não sei o motivo
Só sei que ela acabou comigoMas não ligue, ela vai voltar (Será que ela vai voltar?)
Ela ainda vai te procurar (Será que ela vai voltar?)
Mas não ligue, ela vai voltar

Jogue suas mãos para o céu
E agradeça, se acaso tiver
Alguém que você gostaria que
Estivesse sempre com você
Na rua, na chuva, na fezenda ou numa casinha de sapê

Mas não ligue, ela vai voltar (Será que ela vai voltar?)
Ela ainda vai te procurar
Mas não ligue, ela vai voltar (Será que ela vai voltar?)
Ela ainda vai te procurar (Será que ela vai voltar?)
Mas não ligue, ela vai voltar (Deus queira)
Ela ainda vai te procurar (Será que ela vai voltar?)
Mas não ligue, ela vai voltar (Será que ela vai voltar?)
Ela ainda vai te procurar (Será que ela vai voltar?)
Mas não ligue, ela vai voltar (Será que ela vai voltar?)
Ela ainda vai te procurar (Será que ela vai voltar?)
Mas não ligue, ela vai voltar (Será que ela vai voltar?)
Ela ainda vai te procurar (Será que ela vai voltar?)

“Na rua, na chuva, na fazenda (casinha de sapê)”

Não estou disposto
A esquecer seu rosto de vez
E acho que é tão normal
Dizem que eu sou louco
Por eu ter um gosto assim
Gostar de quem não gosta de mim…

Jogue suas mãos para o céu
Agradeça se acaso tiver
Alguém que você gostaria que
Estivesse sempre com você
Na rua, na chuva, na fazenda
Ou numa casinha de sapê…

Downloads:
1975 – Hyldon – “Na rua, na chuva, na fazenda (casinha de sapê)”;
1979 – Fábio – compacto;
1982 – Tim Maia – “Nuvens”;
1983 – Tim Maia – “Velho camarada”;
2003 – Hyldon – “O vendedor de sonhos”;

Anúncios